PROCESSO DE FORMAÇÃO CONTINUADA DE PROFESSORES: METÁFORA DE UM TRIÂNGULO

METÁFORA DE UM TRIÂNGULO

  • Cicero Manoel Silva Unemat/Seduc
  • Adailton Alves Silva
Palavras-chave: Formação continuada 1. Reflexão 2. Políticas públicas 3. Professores 4. Triângulo 5.

Resumo

Resumo

Neste trabalho apresentamos um recorte de uma dissertação de mestrado, trazendo algumas reflexões sobre o processo de formação continuada por meio de uma metáfora, referenciada no triângulo da vida idealizado por D’Ambrósio (2009), para representar a relação entre demanda, expectativa e realidade como um triângulo. Apresentamos uma reflexão na perspectiva dos atores envolvidos no processo de formação continuada: as políticas públicas, os autores e pesquisadores e o corpo docente, procurando identificar aspectos convergentes e divergentes em relação à constituição do triângulo, da analogia adotada. Vale ressaltar que na perspectiva dos atores envolvidos no processo de formação existem aspectos que aproximam e distanciam as expectativa, uma vez que cada um possui suas próprias demandas, expectativas e realidade. Entretanto, acreditamos que todos devem convergir para um ponto comum, com vistas à melhoria da qualidade do processo educativo.

Publicado
2018-12-07